Quão Grandioso é o Nosso Deus


(Salmo 19:1)

[Original: Carl Gustav Boberg (1886) - Variação: MSJ (2010)]

Piano (P. Zalesky)

Celeste Pai, quando eu, maravilhado,
Contemplo o céu, trabalho de tuas mãos
A terra, o mar, o universo imenso
A tua glória em toda a criação,

Então minh'alma canta a Ti, Senhor:
Quão grande és Tu, em teu poder!
Então minh'alma canta a Ti, Senhor:
Quão grande és Tu, em teu poder!

Se ao caminhar por vales e florestas,
Escuto as belas aves a cantar;
Se estendo o olhar do alto da montanha
E sinto a brisa alegre a me tocar,

Então minh'alma canta a Ti, ó Pai:
Quão grande és Tu, em teu saber!
Então minh'alma canta a Ti, ó Pai:
Quão grande és Tu, em teu saber!

Se penso, então, no teu querido Filho,
Que pelo mundo, a vida derramou
E na grandeza, do teu sacrifício,
Ao entregá-lo pelo pecador,

Então minh'alma canta a Ti, Senhor:
Quão grande és Tu, em teu amor!
Então minh'alma canta a Ti, Senhor:
Quão grande és Tu, em teu amor!

Quão grande és Tu, Celeste Pai!