Espírito, Alma e Corpo - Uma "Tricotomia"?

“E o próprio Deus de paz vos santifique completamente; e o vosso espírito, e alma e corpo sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.” (1 Tessalonicenses 5:23)

___________________

Podemos concluir, com base neste versículo, que o apóstolo estava definindo a pessoa humana em termos “tricotômicos”, ou seja, ensinando que todos nós temos uma alma e um espírito, assim como evidentemente temos um corpo, e que estes três elementos são independentes?

As palavras, "espírito" (grego: pneuma) e "alma" (grego: psuche) são usadas ​​de várias maneiras nas Escrituras. No entanto, eles nunca são apresentados como entidades conscientes e imortais dentro do homem.

É provável que neste versículo, a palavra “espírito” signifique “mente”, e “alma” signifique “vida”. Portanto, a expressão, “espírito, e alma e corpo” deve ser entendida como significando a pessoa inteira. Este entendimento estaria de pleno acordo com as palavras que estão no início do versículo: “E o próprio Deus de paz vos santifique completamente...”

A palavra “espírito” é usada em outros lugares pelo apóstolo Paulo como sinônimo de “mente”. Os seguintes textos deixam isso claro:

"Eu, na verdade, ainda que ausente no corpo, mas presente no espírito, já julguei, como se estivesse presente, aquele que cometeu este ultraje. (1 Coríntios 5:3). [Se o espírito de Paulo fosse uma das partes da “pessoa tricotômica” dele, teria este espírito o deixado ainda em vida, para poder estar junto com os cristãos em Corinto?]

“Somente portai-vos, dum modo digno do evangelho de Cristo, para que, quer vá e vos veja, quer esteja ausente, ouça acerca de vós que permaneceis firmes num só espírito, combatendo juntamente com uma só alma pela fé do evangelho. (Filipenses 1:27) [Se o “espírito” é para ser entendido obrigatoriamente como parte duma “tricotomia” da pessoa de cada um daqueles filipenses,  e não pode ter outro sentido, que cabimento teria isso que Paulo falou sobre eles terem ‘um só espírito’? Veja também 1 Coríntios. 7:34 e 2 Coríntios. 7:1.]

A palavra “alma” é usada pelo apóstolo em outros contextos com o significado de “vida”. Exemplos:

“Assim nós, sendo-vos tão afeiçoados, de boa vontade desejávamos comunicar-vos não somente o evangelho de Deus, mas ainda as nossas próprias almas; porquanto vos tornastes muito amados de nós.” (1 Tessalonicenses 2:8)

“Ora, tomo a Deus por testemunha sobre a minha alma de que é para vos poupar que não fui mais a Corinto.” (2 Coríntios 1:23)

Um cadáver nada mais é que um corpo sem vida (alma). Se uma pessoa, por exemplo, tem suas faculdades mentais comprometidas, ela é um corpo com alma (vida), mas cujo espírito (entendido aqui como “mente”) não está funcionando corretamente.

Foi em prol das pessoas com o espírito, a alma e o corpo – ou seja, pessoas inteiras – que Paulo orou, expressando o desejo de que elas sejam “plenamente conservadas irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.”

Se o corpo for destruído, então, necessariamente, a vida cessa e a mente deixa de funcionar. Por ocasião da morte há uma dissolução do ser. (Compare isso com o que diz Eclesiastes 9:5, 6 e Salmos 146:4).

_______________

[Nota do Mentes Bereanas: Todas as citações bíblicas neste comentário são da versão Almeida Revisada Imprensa Bíblica.]