607 AEC ou 587 AEC?

4 

Simulações das Posições Lunares da Tabuinha VAT 4956

Notas Importantes

1– Conforme já dissemos, em sua consideração sobre a VAT 4956 a revista A Sentinela limitou-se a afirmar que ‘nem todos os grupos de posições são compatíveis com 568 AEC e todos são compatíveis com 588 AEC’. Mas o artigo da revista não apresentou a pesquisa para que os leitores pudessem confirmar esta informação por si mesmos. Assim, não é possível os leitores saberem sequer quais foram as datas usadas nessa pesquisa anônima, promovida pela Torre de Vigia. As datas apresentadas aqui como 'datas da Torre de Vigia' foram na verdade as usadas por um apologista, que escreveu livros para defender a cronologia errada da organização. Para os leitores interessados numa informação mais detalhada sobre isso, recomendamos o artigo “O Diário Astronômico VAT 4956”, disponível no Mentes Bereanas.


2– O software utilizado aqui pelo colaborador do Mentes Bereanas que efetuou as simulações (K. Solomon) é o mesmo que foi usado pelos pesquisadores anônimos da Torre de Vigia: CARTES DU CIEL (Versão 3.4)


3– Estas simulações foram feitas com base nas coordenadas da atual cidade de Bagdá. (Latitude: 33° 20’ 02” Norte – Longitude: 44° 23’ 52” Leste) Embora a capital do Iraque não esteja situada exatamente no local da antiga Babilônia, a distância é desprezível para propósitos astronômicos (apenas uns 25 quilômetros). O leitor pode, naturalmente, testar estas posições nas coordenadas exatas da antiga Babilônia, que são as seguintes:
Latitude: 32° 33' Norte – Longitude: 44° 25' Leste.

__________________________________

 

Observação 1: Linha 1 do anverso

“Ano 37 de Nabucodonosor, rei de babilônia. Mês I [nisanu] (o dia...) a Lua se tornou visível atrás [a leste] do Touro do Céu

 Data Histórica: 22/23 de abril de 568 AEC

Calendário Babilônico: 1º de nisanu

Após o pôr do sol a Lua se tornou visível atrás (a leste) de Alfa Touro (aproximadamente 5 graus).  A simulação está bem próxima à posição fornecida pela VAT 4956. 

 

Data da Torre de Vigia: 3/4 de abril de 588 AEC

Após o pôr-do-sol a Lua se tornou visível na frente (a oeste) de Alfa Touro (aproximadamente 14 graus longe da estrela). A posição não se ajusta à que é fornecida na VAT 4956.

 

Observação 2: Linha 3 do anverso

“Noite do dia 9 (erro para: 8), começo da noite, a Lua ficou 1 cúbito [=2 graus] em frente [= a oeste] de β virgem

Data Histórica: 29/30 de abril de 568 AEC

Calendário Babilônico: 8 de nisanu

 

A Lua ficou visível na frente (a oeste) de Beta Virgem (aproximadamente 3 graus). A simulação está bem próxima da posição fornecida pela VAT 4956.

 

Data da Torre de Vigia: 11 de maio de 588 AEC (9 de nisanu)

No início da noite a Lua ficou visível atrás (a leste) de Beta Virgem (aproximadamente 13 graus) e não na frente. A Sentinela de 01/11/2011, pág. 27 diz: “Na linha 3 dessa tabuinha, lemos que a Lua estava em determinada posição na “noite de 9 [de nisanu]... a posição lunar na linha 3 se encaixa perfeitamente com 9 de nisanu de 588 AEC”. A data correta deveria ser 10 de maio, mas a simulação da Torre de Vigia foi feita na data de 11 de maio. Porém, mesmo em 11 de maio a posição da Lua está longe da fornecida pela VAT 4956.

 

Observação 3:  Linha 8 do anverso

“Dia 1º do mês II... a Lua se tornou visível enquanto o Sol ainda estava lá, 4 cúbitos [=8 graus] abaixo [= a leste] de β gêmeos

 

Data Histórica: 22/23 de maio de 568 AEC

Calendário Babilônico: 1º de ayaru

A Lua ficou visível aproximadamente 7,4 graus abaixo de Beta Gêmeos o que é muito próximo ao indicado (a VAT 4956 indica 8 graus). Além disso, a Lua se tornou visível enquanto o Sol “ainda estava lá”, isto é, visível logo acima do horizonte. O intervalo entre o pôr-do-sol e o por da Lua foi de quase 2 horas, tempo suficiente para os dois astros serem observados. A simulação do software está muito próxima à posição fornecida pela VAT 4956.

Data da Torre de Vigia: 1 de junho de 588 AEC

 

Em primeiro lugar, a data da Torre de Vigia para 1º de ayaru é uma data inaceitável, visto que em um período de 700 anos (626 AEC a 75 EC) o mês de ayaru nunca começou tão tarde como em junho, nem sequer uma vez! Mesmo simulando nesse dia, a Lua ficou visível aproximadamente 10 graus abaixo de Beta Gêmeos, o que é além do indicado (a VAT 4956 indica 8 graus).  A única coisa que encaixa da data indicada pela Torre em relação à VAT 4956 é a posição da Lua em Gêmeos, o restante não se encaixa. 

 

Observação 4: Linha 12 do anverso

“Mês III... a Lua se tornou visível atrás de câncer, do pôr-do-sol ao por da Lua: 20 graus [=80 minutos]”

Data Histórica: 20/21 de junho de 568 AEC

Calendário Babilônico: 1º de simanu

 

A lua ficou visível atrás [a leste] de Câncer. O intervalo entre o pôr-do-sol e o por da Lua foi de 92 minutos, portanto muito próximo aos 80 minutos da tabuinha. A simulação do software está muito próxima à posição fornecida pela VAT 4956. 

 

Data da Torre de Vigia: 30 de junho de 588 AEC

Apesar de nessa data a Lua ter ficado visível atrás [a leste] de câncer, o intervalo entre o pôr-do-sol e o por da Lua foi de apenas 23 minutos, portanto muito distante dos 80 minutos da tabuinha. Um intervalo tão pequeno indica que a Lua não pôde ser visível, por estar muito próxima do sol. A simulação do software não bate com o que diz a tabuinha VAT 4956.

 

Observação 5: Linha 14 do anverso

“Noite do dia 5, começo da noite, a Lua passou em direção ao leste 1 cúbito [2 graus] <acima/abaixo> da estrela brilhante no fim da pata do Leão [β virgem]”

Data Histórica: 24/25 de junho de 568 AEC

Calendário Babilônico: 5 de simanu

 

Na data indicada pelo VAT 4956, no começo da noite, a Lua não passou próxima a β Virgem e sim a 2 graus de γ Virgem. Se apontarmos o software para o dia anterior (23 de junho) a Lua passa a 4 graus de β Virgem. A simulação do software difere da posição fornecida pela VAT 4956. Talvez o escriba babilônico tenha cometido um erro ao registrar o nome da estrela ou trocado o dia da observação.

Data da Torre de Vigia: 4 de julho de 588 AEC

Nessa data a lua se encontrava a 5 graus a leste (atrás) de β Virgem e não a 2 graus como diz a tabuinha. A simulação do software não se ajusta ao que diz a tabuinha.

 

Observação 6: Linha 15 do anverso

“Noite do dia 8, primeira parte da noite, a Lua ficou 2,5 cúbitos [2 graus] abaixo de β Libra

 

Data Histórica: 27/28 de junho de 568 AEC

Calendário Babilônico: 8 de simanu

 

Nesta data no começo da noite a lua passou próxima a β Libra. Ela estava aproximadamente 4,0 graus ao sul (abaixo). A simulação do software está muito próxima da posição fornecida pela VAT 4956.

Data da Torre de Vigia: 7 de julho de 588 AEC

 

Nessa data a lua se encontrava a 12 graus a oeste (à frente) de β Libra, muito longe da posição indicada pela tabuinha. Note que a Lua se encontra mais perto da constelação de Virgem do que da constelação de Libra. A simulação do software não se ajusta ao que diz a tabuinha.

 

 

Observação 7: Linha 16 do anverso

“Noite do dia 10, primeira parte da noite, a Lua estava 3,5 cúbitos [7 graus] diretamente acima de α Escorpião

 

Data Histórica: 29/30 de junho de 568 AEC

Calendário Babilônico: 10 de simanu

 

Na primeira parte da noite a lua ficou próxima a α Escorpião. Ela estava cerca de 8 graus acima (ao norte). A simulação do software está muito próxima da posição fornecida pela VAT 4956, que é de pouco mais de 7 graus.  

Data da Torre de Vigia: 10 de julho de 588 AEC

 

Nessa data a Lua se encontrava a 11 graus a nordeste de α Escorpião, já muito além da posição indicada pela tabuinha. Nem mesmo no dia 9 a Lua estava próxima. Na noite anterior ela estava a 10 graus a noroeste de α Escorpião. A simulação do software não se ajusta de forma alguma. 

Observação 8: Linha 17 do anverso

“Dia 15, um deus foi visto com o outro; do nascer do Sol ao pôr da Lua: 7 graus e 30’ [30 min.]. Um eclipse Lunar que foi omitido

 

Data Histórica: 4/5 de julho de 568 AEC

Calendário Babilônico: 15 de simanu

 

Nesta figura, vemos que o Sol estava visível junto com a Lua, visto que ela ainda estava acima do horizonte durante o nascer do Sol. A lua se pôs 33 minutos depois do nascer do sol.

 

Nas duas figuras anteriores (eclipse e o mesmo eclipse “em close” acima) vemos o eclipse “omitido”, isto é, um eclipse que não pôde ser observado, mas que ocorreu, conforme comprovado pela simulação do software para a data.  A simulação do software está muito próxima da posição indicada pela VAT 4956.


Data da Torre de Vigia: 15 de julho de 588 AEC

 

A Lua já não podia ser vista no horizonte no oeste ao nascer do sol no leste.

 

 

Vemos nas três figuras acima exatamente o contrário do que diz a tabuinha, isto é, que “um deus não pôde ser visto com o outro no intervalo do nascer do sol ao por da lua” pelo simples fato de que ao nascer do sol nessa data a lua já tinha se posto. Ela já estava abaixo da linha do horizonte 5 minutos antes do nascer do Sol. Quanto ao eclipse “omitido” ocorreu realmente um eclipse nesta data. A revista A Sentinela de 01/11/ 2011 diz na página 25: “Realmente ocorreu um eclipse lunar nesse mês em 568 AEC — 4 de julho no calendário Juliano. No entanto, também houve um eclipse 20 anos antes, em 15 de julho de 588 AEC.” A nota 17, na pág. 28, acrescenta “Assim, a data desse eclipse em 588 AEC se encaixa bem na data mencionada na tabuinha.” Essas afirmações são verdadeiras, conforme a simulação do software, somente com relação ao eclipse lunar. Todo o resto não se ajusta.

 

Observação 9: Linha 5 do reverso

“Mês 11,... a Lua se tornou visível em Andorinha; do pôr-do-sol ao pôr da Lua: 14 graus e 30’ [58 minutos];... A essa hora, Júpiter estava 1 cúbito atrás do cotovelo de Sagitário...  

  

Data Histórica: 12/13 de fevereiro de 567 AEC

Calendário Babilônico: 1º de shabatu

 

Após o pôr-do-sol da data indicada, a lua foi vista em Andorinha (o nome babilônico para a constelação que incluía Peixes). Neste exato momento, Júpiter estava na constelação de Sagitário.  A simulação do software retrata exatamente como estava o céu na noite indicada pela VAT 4956. 

Data da Torre de Vigia: 22 de fevereiro de 587 AEC

 

Ao pôr-do-sol, a lua já não podia ser vista, pois estava muito próxima do sol. Nessa data, Júpiter não estava em Sagitário como diz especificamente a tabuinha, mas encontrava-se entre Áries e Peixes. A simulação do software não se ajusta.

 

Observação 10: Linha 12 do reverso

“Mês 12, dia primeiro do mês... a Lua se tornou visível atrás de Áries enquanto o Sol ficou lá; do pôr-do-sol ao pôr da Lua: 25 graus [100 minutos], calculado.”

 

Data Histórica: 14/15 de março de 567 AEC

Calendário Babilônico: 1º de adaru

 

Na noite do dia indicado pelos historiadores, a lua demorou 104 minutos para se pôr (26 graus). A Lua estava longe do Sol o suficiente para ser vista enquanto “o sol ainda estava lá”. Ela encontrava-se a 16 graus de Alfa Áries [8] (parcialmente atrás e abaixo). A simulação do software retrata quase exatamente como estava o céu na noite indicada pela VAT 4956 com valores de diferença de tempo desprezíveis.

 

Data da Torre de Vigia: 24 de março de 587 AEC

Na noite do dia indicado pela Torre de Vigia, a lua demorou 86 minutos para se pôr (21,5 graus). A Lua estava longe do Sol o suficiente para ser vista enquanto “o sol ainda estava lá”. Ela encontrava-se a 20 graus de Alfa Áries (parcialmente abaixo e parcialmente atrás). A simulação do software retrata quase exatamente como estava o céu na noite indicada pela VAT 4956, porém com valores de diferença de tempo significativos.

 

Observação 11: Linha 13 do reverso

“Na noite do dia 2, a Lua estava 4 cúbitos  [8 graus] diretamente abaixo de η Touro

 

Data Histórica: 15/16 de março de 567 AEC

Calendário Babilônico: 2 de adaru

Na noite do dia indicado pelos historiadores a lua estava exatamente abaixo (ao sul) de η touro e a quase 8 graus. A simulação do software retrata exatamente como estava o céu na noite indicada pela VAT 4956. 

Data da Torre de Vigia: 25 de março de 587 AEC

Na noite do dia indicado pela Torre de Vigia a Lua não estava exatamente abaixo, mas a sudeste e a 10,5 graus distante de η Touro.  A simulação do software não se encaixa com a data da Torre de Vigia, mas pode ser aceitável. 

 

Observação 12: Linha 14 do reverso

“Na noite do dia 7, a Lua foi circundada por um halo; Presépio e Alfa Leão [ficaram] ne[le...]

Data Histórica: 20/21 de março de 567 AEC

Calendário Babilônico: 7 de adaru

Na noite do dia indicado pelos historiadores a Lua ficou entre Alfa Leão e Presépio [9] . A simulação confere com a VAT 4956. 

Data da Torre de Vigia: 30 de março de 587 AEC

Na noite do dia 30 de março de 587 AEC, Câncer estava à frente da Lua e Alfa Leão estava atrás da lua. Mas esta posição lunar é praticamente a mesma que se verificou no dia 21 de março de 587 AEC. Ela se ajusta à informação na VAT 4956.

Observação 13: Linha 16 do reverso

“Dia 12, um deus foi visto com o outro; do nascer do Sol ao pôr da Lua 1,30 graus [6 minutos]”

  

Data Histórica: 25/26 de março de 567 AEC

Calendário Babilônico: 12 de adaru

Como já sabemos à base da observação 8 “um deus ser visto junto com o outro” quer dizer que naquela data o Sol e a Lua podiam ser vistos acima do horizonte. No caso, por cerca de 6 minutos segundo a tabuinha. O software simula um tempo de 3 minutos de visualização de ambos conforme indicado na figura. A simulação confere com a VAT 4956 com valor muito aproximado. 

Data da Torre de Vigia: 4/5 de abril de 587 AEC

Na figura vemos que não foi possível a visualização de ambos os astros na data especificada pela Torre de Vigia pelos simples fato de que ao nascer do Sol a Lua já ter se posto tantos quantos 41 minutos antes. A simulação não confere de modo algum com a VAT 4956.

__________________________ 

 

Quadro-resumo da análise das 13 observações:

Observação

Para 607 AEC

Para 587 AEC

01

Não se Ajusta

Ajusta-se

02

Não se Ajusta

Aceitável

03

Não se Ajusta

Ajusta-se

04

Não se Ajusta

Ajusta-se

05

Não se Ajusta

Não se ajusta, mas é aceitável se recuado um dia.

06

Não se Ajusta

Ajusta-se

07

Não se Ajusta

Ajusta-se

08

Não se Ajusta

Ajusta-se

09

Não se Ajusta

Ajusta-se

10

Ajusta-se parcialmente

Aceitável

11

Ajusta-se parcialmente

Ajusta-se

12

Ajusta-se

Ajusta-se

13

Não se Ajusta

Ajusta-se

 

Voltemos agora às perguntas e afirmações feitas na revista A Sentinela de 1° de novembro de 2011:

PERGUNTAS

RESPOSTAS

Mas será que essas referências astronômicas apontam irrefutavelmente apenas para o ano de 568/567 AEC?” (pág. 25)

O fato de quase todas as evidências apontarem para este ano, torna-o mais qualificado do que qualquer outro.

Mas será que a VAT 4956 fornece mais evidências para o ano 607 AEC?” (pág. 27)

Fornece, mas elas estão longe de qualificar este ano e desqualificar 587 AEC. O número de evidências favoráveis a 587 AEC é esmagadoramente superior.

Eles [os "pesquisadores"] analisaram os dados com a ajuda de um programa de computador capaz de mostrar a localização de corpos celestes em determinada data no passado. O que essa análise revelou?” (pág. 27)

Que a VAT 4956 situa o ano 568 AEC como o 37° ano de Nabucodonosor - exatamente como os eruditos dizem desde que começaram a estudar essa tabuinha.

AFIRMAÇÕES

VERDADEIRA OU FALSA?

“A VAT 4956 aponta com mais certeza para 607 AEC” (pág. 25, no gráfico ao pé da página, em destaque)

FALSA. A soma das evidências na tabuinha aponta com muito mais certeza para o ano 587 AEC. É por isso que nenhum erudito que estudou essa tabuinha endossa a data 607 AEC.

“Ao passo que nem todos esses grupos de posições lunares são compatíveis com o ano 568/567 AEC, os 13 grupos são compatíveis com posições calculadas para 20 anos antes, ou seja, para o ano 588/587 AEC.” (pág. 27 - os sublinhados são nossos.)

FALSA. Embora “nem todos” os grupos se ajustem a 568/567 AEC, a maioria se ajusta. Por outro lado, a maioria das posições não é compatível com 588/587 AEC.

Um dos lugares onde as observações lunares combinam ainda mais com 588 AEC do que com 568 AEC é mostrado na tabuinha reproduzida nestas páginas. Na linha 3 dessa tabuinha, lemos que a Lua estava em determinada posição na “noite de 9 [de nisanu]... a posição lunar na linha 3 se encaixa perfeitamente com 9 de nisanu de 588 AEC.”. (pág. 27 - o itálico é deles)

FALSA. Nem “combinam ainda mais”, nem “se encaixa perfeitamente”. E mesmo que isso fosse verdade no caso desta observação, ainda não provaria que a tabuinha está se referindo ao eclipse de 588 AEC, pois é preciso levar em conta as informações dadas em todo o resto da tabuinha. Uma ou duas evidências isoladas não são suficientes para anular um grupo muito maior de evidências. A lógica diz o contrário disso.

Fica claro então que muitos dos dados astronômicos na VAT 4956 combinam com o ano de 588 AEC como o 37º ano de Nabucodonosor II. Assim, esses dados apóiam o ano de 607 AEC como a data da destruição de Jerusalém — exatamente como a Bíblia indica.” (pág. 27 – os sublinhados são nossos)

FALSA. Não são “muitos” sob critério algum. A maioria dos dados combina com 568 AEC. A quantidade de dados que se ajusta a 588 AEC é desprezível em comparação. E a Bíblia não indica em texto algum o ano 607 AEC como a data da destruição de Jerusalém.

 



[8] A estrela mais brilhante da constelação de Áries

[9] Presépio é um aglomerado de estrelas próximo do centro da Constelação de Câncer.