Hebreus 1:8 - Qual é a Tradução Correta?

 

“Sobre o Filho porém afirma: o teu trono, ó Deus, permanece para sempre, e o cetro da retidão é o cetro do teu reino.” – EP.

Observa-se aqui um vocativo. O Filho, Jesus, é identificado como sendo Deus.

O apóstolo Paulo está citando o Salmo 45:6. Observe como a própria tradução Edição Pastoral (EP), usada acima, traduz esse Salmo: “Seu trono é de Deus, e permanece para sempre! O cetro do seu reino é o cetro de retidão!”. E agora, qual é a tradução certa? Observa-se o mesmo texto traduzido de duas maneiras diferentes.

Afinal, a tradução correta é “Deus” ou “de Deus”? A quem foi dirigido esse salmo? Ele se dirigia ao rei de Israel, provavelmente Salomão. Com certeza, o salmista não quis dizer que Salomão fosse Deus. Talvez quisesse dizer que o poder régio e governamental do rei, provinha de Deus. Esse é o provável sentido do texto, que também se aplica profeticamente ao reinado messiânico de Jesus Cristo. Por isso, Paulo o aplicou a Jesus, que é o Rei do reino de Deus, e também tem seu poder governamental fornecido por Deus.

A continuação do texto de Hebreus também mostra que o Filho é distinto de Deus. Veja o texto mais completamente, segundo a EP:

 

“Sobre o Filho porém afirma: o teu trono, ó Deus, permanece para sempre, e o cetro da retidão é o cetro do teu reino. Amaste a justiça e odiaste a iniqüidade. Por isso Deus, o teu Deus te ungiu com perfume de festa.”

Percebe que Deus é o personagem que abençoa e dá poder ao Filho? Isso mostra que Jesus tem um Deus a quem adora.

Embora o famoso erudito bíblico B. F. Westcott acreditasse na doutrina da Trindade, ele foi honesto ao comentar esse texto [Veja WE na lista de traduções]:

 

“A LXX. Admite dois modos de verter: [ho théos] pode ser considerado um vocativo em ambos os casos (Teu trono, ó Deus,... portanto, ó Deus, Teu Deus...) ou pode ser considerado o sujeito (ou predicado) no primeiro caso (Deus é Teu Trono, ou Teu trono é Deus...) , e um aposto de [ho theós sou] no segundo caso, (Portanto, Deus, o Teu Deus...)... É bem improvável que [Élohím] no original fosse dirigido ao rei. A conclusão a que se chega, pois, é contra a crença de que [ho theós] seja um vocativo na LXX. Assim, de modo geral, parece melhor adotar na primeira oração a tradução: Deus é Teu trono (ou: Teu trono é Deus), isto é, ‘Teu reino funda-se em Deus, a Rocha inabalável’.” – The Epistle to the Hebrews (Londres, 1889), pp. 25, 26.

Embora gramaticalmente esse versículo ofereça mais de uma possibilidade de tradução, no aspecto do contexto bíblico torna-se óbvio que ele não deve ser traduzido em forma de vocativo, referindo-se ao Filho. As traduções da Bíblia NM, AT, Mo, TC e By, traduzem Hebreus 1:8 da forma correta, exatamente como sugeriu o erudito Westcott:

 

“Deus é teu trono para todo o sempre.’” – Byngton, Moffatt.

Analisando essa passagem em algumas versões:

  • Tanakh
 

"Teu divino trono é para sempre, teu cetro real, um cetro de equidade.... com razão Deus, teu Deus, te escolheu para te ungir com óleo de alegria dentre todos os teus contemporâneos.” – Salmo 45:7

 

  • Bíblia Vozes

 

Nota ao pé de página de Salmo 45:7: “Este poema nupcial é dedicado ao rei para exaltar suas qualidades físicas, augurar-lhe a vitória no campo de batalha e um reinado de justiça e verdade. Na qualidade de Ungido, é ele o representante do Senhor na terra e, por sua função de exercer e promover a justiça, é intitulado ‘deus’ ”.

  • The American Translation:

 

- Hebreus 1:6: “E todos os anjos de Deus se inclinem diante dele.”

- Hebreus 1:8: “Mas do filho ele diz: ‘Deus é seu trono para todo o sempre!’ ”.

- Hebreus 1:9: “É por isso que Deus, o teu Deus, te ungiu com óleo de exaltação mais que todos os teus companheiros.”

- Salmo 45:6: “Portanto, é que Deus, o teu Deus, te ungiu com óleo de alegria mais que teus companheiros.”

  • Moffat:

 

Salmo 45:7: “Então, Deus, o teu Deus, te coroou de felicidade mais que teus companheiros régios.”

Hebreus 1:8: “Deus é teu trono para todo o sempre, teu cetro real é um cetro de equidade.”

  • Tradução Ecumênica da Bíblia:

 

Nota de Salmo 45:7: “Deus, palavra que por vezes é aplicada a homens (cf. Ex. 4:16), parece aqui designar o rei.”

Nota de Hebreus 1:8: “Fórmula de entronização. Ao rei dirige-se a denominação elohim: deus.”

  • Bíblia de Jerusalém:

 

Salmo 45:7: “Teu trono é de Deus, para sempre e eternamente!”

Salmo 45:8: “Eis porque Deus, o Teu Deus, te ungiu com óleo de alegria, como a nenhum de teus rivais.”

  • Steven Byngton:

 

Salmo 45:6: “Deus é o teu trono por todo o sempre”

Hebreus 1:8: “Deus é o teu trono para sempre.”

  • Tradução Mensagem de Deus:

 

Salmo 45:7: “O teu trono é de Deus e para sempre.”

  • Revised Standard Version [RSV] – Westminster Study Bible:

 

Salmo 45:6: “Teu divino trono dura para todo o sempre.”

Nota sobre esse versículo: “Ou teu trono é um trono de Deus, ou teu trono, ó Deus.

Hebreus 1:8: “Teu trono, ó Deus, é para todo o sempre.”

Nota sobre esse versículo: “Ou Deus é teu trono”.

Quadro comparativo que mostra a liberdade do tradutor ao traduzir essa passagem em apreço:

 

Legendas das traduções usadas nas tabelas:

CNBB – Conferência Nacional dos Bispos do Brasil

ASV – American Standard Version

KJ – King James

JB – Jerusalen Bible

RSV – Revised Standard Version

By – Steven Byngton, publicada pela Torre de Vigia

MD – Mensagem de Deus

CBC – Centro Bíblico Católico