A Carta aos Colossenses

Colossos era uma pequena cidade na margem sul do rio Lico, no interior da província romana da Ásia (uma área incluída na moderna Turquia). Ficava a cerca de 160 quilômetros ao leste de Éfeso. Suas vizinhas mais próximas eram as cidades de Laodicéia e Hierápolis.

A tradição sugere que a Carta aos Colossenses foi escrita enquanto Paulo estava preso em Roma. A carta deve ser datada por volta de 62 DC. Talvez ela tenha sido escrita antes da Carta aos Efésios, mas certamente não se passou muito tempo entre a escrita das duas.

O que ocasionou a carta foi a chegada de Epafras em Roma, com notícias perturbadoras sobre o falso ensino em Colossos que estava ameaçando o bem-estar da Igreja. O ensino parece ter sido uma combinação de judaísmo e paganismo com uma fachada cristã. O propósito de Paulo era tríplice: 

1 - Lembrá-los do Evangelho, e o mistério – Cristo neles por meio do espírito – a fonte do conhecimento e o centro do caminho deles. Eles deveriam ser totalmente dependentes de Cristo e ele deve ocupar o papel central. Não existe qualquer outro mediador. 

2 - Alertá-los contra os ensinamentos que iriam levá-los para longe desta verdade central, que iriam tentar impor o legalismo ou idéias falsas, baseadas em ensinamentos pagãos ou gnósticos. 

3 - Dar-lhes alguns conselhos práticos sobre os relacionamentos cristãos, para ajudar a fortalecer a igreja deles. 

 

Esboço do conteúdo 

1:1-2

Saudações de "um apóstolo [pela] vontade de Deus"

1:3-14

O recebimento do Evangelho, e seu trabalho neles. (Leia 1:9-14). “Pois ele nos resgatou do domínio das trevas  e nos transportou para o Reino do seu Filho amado.” (v.13)

1:14-20

A supremacia de Cristo [sem qualquer margem para outros deuses ou anjos] (leia 1:16-18)

1:21-23

A reconciliação com Deus por meio do sacrifício de Jesus

1:24 - 2:7

O mistério é: Cristo em vocês, a fonte do verdadeiro conhecimento (1:26-29)

2:8-23

O falso ensino – A Lei, práticas pagãs, "gnosis". (2:8, 12, 16, 20-23)

3:1-17

Buscar as coisas do alto; colocar-se em Cristo; resistir aos desejos carnais. (3:1-5)

3:18 - 4:1

Relacionamentos: sujeição no verdadeiro amor cristão.

4:2 - 4:6

Oração; comportar-se e falar com sabedoria e de modo gracioso.

 

Estudo Elaborado por Gordon Couson.