Crêem as Testemunhas de Jeová Que Só Elas Serão Salvas?

 

Conclusão

Afinal, as Testemunhas de Jeová crêem ou não crêem que só elas serão salvas? A resposta é: Depende da Testemunha de Jeová a quem esta pergunta seja feita. Existem as que acreditam e as que não. Conforme declarado na Introdução, provavelmente a maioria delas prefere nem pensar nisso. Já algumas tentam amenizar ou até negar o ensino oficial da organização. Independentemente da postura que cada uma delas tenha, o fato é: quer algumas não acreditem nisso intimamente, quer tentem apresentar explicações para camuflar o ensino, com o objetivo de tornar sua organização mais atraente para o público, terão de fazer isso sem qualquer autorização dos líderes da organização, e sem qualquer apoio nas matérias escritas por eles. Conforme foi amplamente documentado neste folheto, o ensino oficial é muito claro, e tem se mantido exatamente o mesmo já por muitas décadas. Qualquer tentativa de encontrar algo diferente nas publicações da Torre de Vigia é inútil.

Em meio às muitas afirmações exclusivistas que foram consideradas acima, há uma citação bíblica digna de nota, que foi feita exatamente na resposta oficial da Torre de Vigia, encaminhada pelo leitor ao Mentes Bereanas (contida na revista A Sentinela de 1º de novembro de 2008, pág. 28), e que será repetida aqui:

“Depois de aprender alguns dos requisitos para a salvação, os discípulos de Jesus disseram: ‘Quem é capaz de ser salvo?’ Jesus respondeu: “As coisas impossíveis aos homens são possíveis a Deus.” (Lucas 18:18-30)”

Uma citação deveras apropriada. Embora certos homens possam imaginar que a salvação seja algo destinado unicamente às pessoas de algum grupo religioso que exista no mundo de hoje, indicando, à base das afirmações que fazem, que crêem ser “impossível” a salvação de pessoas que não pertençam a este grupo, os cristãos podem ter plena confiança nestas palavras acima. Pois a verdade simples é que não cabe a homens – e não é nem mesmo possível para homens – determinar quem será ou não será salvo, estabelecendo padrões sectários para isso. A jurisdição sobre este assunto pertence unicamente ao Criador do universo e de toda a vida nele. Quem crê e ama a esse Deus misericordioso e veio a entender até que ponto Ele, por sua vez, esteve e está disposto a ‘amar o mundo’ (João 3:16), realmente não tem motivo algum para se preocupar com ensinos humanos que o retratam de maneira inteiramente diferente da Palavra dele. 

____________________